segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Foi difícil acordar...

e tirar a mente da estagnação."

E tá sendo difícil acordar até agora. É difícil viver numa vida estagna e acordar para uma realidade completamente diferente. Mas a culpa disso tudo, de novo, é unicamente minha. É tão mais fácil acreditar que as coisas podem mudar, que o destino vai trazer, que Deus vai acalmar. Mas e você?! Fica parado? Eu infelizmente tenho esse pensamento PARADO, pensando infantil ao qual atinge a maioria. E agora nem acredito tanto assim em força maior, destino... ou qualquer coisa que seja.

Como já falei, o meu lado emocional supera demais o lado racional. E vamos combinar, que em um mundo onde tudo é levado a fogo, eu fico em desvantagem. Esperar as coisas mudarem, não vai me ajudar em nada, na verdade só ME prejudica. Ficar sempre estagnada e acomodada!! Eu simplesmente me dei conta, afinal, de que a atitude deve ser mudada em mim mesma. Acredito que já tinha consciência disso, contudo não admitia. Ou sei lá, talvez seja mais fácil procrastinar e reclamar do que simplesmente tomar o primeiro ato de mudança.

Hoje durante o banho (vale informar que a maioria dos meus textos são criados ali HAHAHHAA), eu pensei em como eu sou vitima de mim mesma. Vitima dessa necessidade de drama, de reclamação, de acomodação. Percebi que o grande problema é esse! Eu me acomodei com a minha situação. Realmente não foi fácil aguentar alguns sofrimentos, mas tem hora que basta ficar se lamentando. Deve ter uma atitude vinda de você! E eu, sinceramente, sempre soube disso. Mas a minha mente anda pressa num mar de mentiras, de ilusão e que só agora, devido há alguns acontecimentos ruins/bons, algumas pessoas que entraram/saíram da minha vida, que estou aprendendo a enxergar sozinha. Sem manipulações, sem verdades absolutas.

O meu maior erro e que hoje, apenas hoje foi que me dei conta, de que sempre usei as minhas verdades como absolutas (e adquiri essas verdades a maioria pelo meu pai). Nada era mais importante ou mais real do que o que achava ser certo para o momento. Entendia dentro de mim que as outras realidades não serviam e não cabiam a minha realidade. Ou seja, vivi e talvez ainda vivo num mundo de ilusão. Afinal, até agora não notei nenhuma verdade ao qual tanto acreditava ser realmente verdadeira. Não digo que sonhar é perda de tempo, mas é hora de agir com as próprias mãos. De acreditar nas minhas proprias verdades e metas! (As pessoas tem a doce ilusão de que sempre estão certas de tudo!)

Eu fico PUTA da vida comigo mesma por as vezes depender de algo ou alguém para agir. Talvez seja medo, insegurança, mas já chega de sentir isso! Talvez eu tenha problemas... hahaha
A partir de hoy, vou tomar novas atitudes na minha vida. Uma atitude mais verdadeira com a realidade ao qual eu vivo. Aceitar mais, reclamar menos, agir mais, ser feliz mais.

Acho que nunca é tarde para recomeçar, contudo é foda você se prometer algo, e de novo procastinar e sempre viver lamentando seu estado. Mas hoje CHEGA, e vou deixar isso registrado para lembrar a mim mesma que preciso tomar a atitude de mudança da minha vida! Não carregar as coisas que são necessárias mudar como um regime, que por uma grande parte da mulheres não é levada adiante hehehe. Quero realmente mudar a minha vida! Acreditar em mim mesma. Viver a realidade da maneira que ela é! Sonhar é bom sim, mas não vale sonhar enquanto minha vida pode estar sendo desperdiçada por estar acomodada e sendentária aguardando atitudes alheias. CANSEI!

Cansei da minha atitude com relação as pessoas. Acreditar em quem não devo, dar uma chance a quem não merece.
Cansei da minha atitude com relação ao trabalho. Não levar a sério e agir como uma criança mimada.
Cansei da minha atitude em relação a mim mesma. Lamentações, reclamações, dramas... agora é hora de tudo isso ACABAR.

Afinal, recebi uma nova chance da pessoa que realmente importa, e estou recebendo uma nova chance de mim mesma.
Esperar pessoas, Deus, o destino... é muito incerto e muito dramático pra mim. Talvez, esse realmente seja o grande erro... Agora é esperar sempre a THAIANE. Sem magoar as pessoas ao qual me importo, sem se lamentar demais, sem tampar os próprios olhos para a REAL.

Assumir meus erros, assumir minha vitória!
Ando errando mais do que acertando hahahahhaaha e ainda sei que vou errar muito. Contudo, que erre com coisas novas! Chega de ignorancia e estagnação!

"Foi difícil acordar e tirar a mente da estagnação.
Perplexidade, medo, apatia e falta de ação.
Sonhei com uma estrada que levava ao nada,
e havia uma placa que dizia pra enfrentar os erros ( pessoas) como ele(a)s são.
Pedir por justiça, se fazer entender.
Pois a vaidade e a arrogância dos que tem (poder) passa a ser combustível pra lutar.
Peço paz!! Isso não é demais!!
Por um minuto, eternamente e nada mais.
Era tão sinuosa que quase desisti.
Mas em cada curva encontrava em que acreditar.
Uma simples palavra me fez cair.
Mas a escuridão me fez cegamente caminhar e continuar tentando.
Peço paz!! Lutar por paz!!
Por um minuto e eternamente e nada mais.
Se tanto faz, te peço paz.
Paz.

Paz"

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

lost in translation

Agora? O meu coração dói.
É engraçado como em momentos como esse, você se questiona sobre sua vida. Amizades, família, emprego, amor próprio. Sempre aprendi que para alguém te amar, você precisa amar primeiro a si próprio. Talvez com os anos eu perdi esse amor. Perdi a confiança no meu potencial, na minha capacidade e me sinto perdida. E a culpa é exclusivamente minha, por não ter controle, não aprender a dar realmente valor as pessoas e até a mim mesma.

O meu coração se sente apertado. Nunca senti tanta angustia, tanto medo, tanto arrependimento. Queria ter paciência, queria que o tempo passasse voando para passar essa dor interminável. Queria ter calma! Mas sempre agi pela pressa, pelo desespero, pela ansiedade. Nunca dei tempo a nada. Nem a mim mesma! Talvez seja bom, talvez eu me redescubra nessa dor toda. Talvez eu me perca mais. Quem sabe? E pq não deixar o tempo responder?

Nunca me dei bem com incertezas. Com o incerto. Ao saber que planos davam errado eu logo me lançava em mar de perda. Ficava a beira do abismo, fascinando a morte por mais dolorosa que fosse. E que coisa mais fraca é a de valorizar a morte ?

Por vários momentos, a dor não te faz perder e sim achar. Mas porque entender tudo isso?? Por que, sendo que a solução poderia ser mais rápida?
Como disse, eu não tenho paciência. E talvez esse momento me ensine a ter.

Sei lá. No momento queria que tudo fosse um pesadelo. E eu acordasse bem e feliz do lado dele sorrindo, como se tudo isso já tivesse passado, e agora vai ser só mais uma lembrança pra dar risada. Meu coração queima, na esperança e na incerteza do que vai ser agora. Se vai mudar, se vai voltar, se vou embora. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! (Vontade de gritar, de sumir!)

Porque é horrível sentir isso. Mas eu entendo... e vou esperar. Vou ter paciência comigo mesma! Pq eu também preciso mudar, preciso me amar. Não ficar pendurada na vida de ninguém. Sentir viva por mim. Não é legal viver pelos outros, sufocar os outros na sua incapacidade.

Perder me faz ver o quanto sou fraca. O quanto preciso crescer! Quando mais aguardo uma resposta, o que as pessoas falam pra mim é, espera! Que tudo vai se resolver. MAS NÃO AGUENTO ESPERAR! huahauhaha

Mas existe o bom disso tudo, que mesmo que eu queira odiar esse momento, essa perda, na minha cabeça só ficam os bons momentos, as boas coisas. E de como uma pessoa pode despertar o sentimento de mudança em mim. Pq acho que nós mudamos sozinhos, mudamos por nós mesmo. Mas ele serviu para me acordar...!

Vou esperar, dia após dia... a dor passar, e sei o que me faz ficar aqui.

Eu te amo! Por mais que talvez nunca leia isso, eu amo você.
E vou amar independente da raiva que posso passar, dos maus momentos... Eu sempre vou amar você!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Caminho Oposto

A razão me destroi, irrita, tira a paciência, condena, distrata, dá orgulho, envolve, é egoísta, é sem tempo, pisa, entende, é sustentável, é satisfatória.
O coração me abraça, me acalma, escuta, cede SEMPRE, distrai, distribui, compreende, machuca, não julga, não entende, ultrapassa, deseja, sonha, fantasia, morre e renasce, junta, desculpa, faz, acontece, ama.
O coração nada mais é do que a razão CEGA! Distratada, sonhadora e contente! A razão ao contrario.

No meio de todas as pessoas, algumas escolhem a razão mais fácil e tolerável. Pois ser cego vai acabar machucando, vai acabar doendo e decepcionando. Porque o coração só espera bondade, ele é inocente e burro, compreende mas não entende. A maldade, o orgulho, falsidade, desprezo, distancia. Por isso cada um ataca com suas razões, motivos para estarem assim. Utilizam a razão que enxerga muito bem, para se afastar do ''perigo''; do que é inocente. Pois a inocência sempre leva a decepção!
Cansados, já não sabem mais como amar sem entender! Não sabem sentir! Só querem enxergar razão nesse sentimento. Achar motivos. Sendo que o coração é sonhador e nos leva para caminhos que não podemos visualizar. E muitos tem medo da decepção e das dores que podem seguir.
Mas eu estou sempre ouvindo as palpitadas, a parte cega da minha razão; o meu cérebro envia tão rápido ao coração, que acabando achando que o meu órgão, bombeador de sangue, é quem manda. Mas não! O sentimento é algo mental! Por isso há sempre confusões ao decorrer dos relacionamentos. A razão se atrapalha demais com a razão cega!

Eu sigo cega, calada e muda. Aguardando um caminho cego, cheio de obstáculos! Sem motivos... Apenas com esses pequenos momentos de palpitação dentro do peito. Isso pra mim é sentir. É amar! É o que importa, e o que vale! Se para isso preciso ser cega e seguir num caminho inocente, cheio de tropeço e decepções... ESTOU DISPOSTA!
A ingenuidade é uma dádiva. Eu a perdi por enxergar demais a razão (talvez ainda reste um pouco em mim). Não vejo como um defeito... Vejo como uma das melhores qualidades. A de aguardar sempre o melhor. A inocência traz coisas e sentimentos maravilhosos! Mas infelizmente a maldade é tanta, que a inocência acaba se perdendo.
No final, quem acaba sendo mais cegos são vocês! Destinados a quebrar todas as maneiras de viver em paz com o heart. O meu coração tem dúvidas, sempre questiona, reclama pois não consegue entender essas razões. Esses motivos para que MUITOS seguem! Ele é teimoso sim!
Destinos como o de vocês, sem palpitadas no peito, sem apertos, sem tremederas, sem medo, sem destino. Sem FEELING!!
O que eu sinto é dó de tudo isso e de todos eles. Afinal, eu sempre me entrego e distribuo o meu coração, o meu amor, a minha paciência, o meu melhor... Mas em troca, ganho marra, orgulho, desprezo e má-vontade. Mas no fundo, SEI, que sigo o que é melhor!
O meu caminho está livre. O de vocês condenado, manchado pelo egoísmo e traições.
A minha insatisfação me faz perguntar o que estou fazendo todos os dias!! Pois meu coração cobra mais... Sempre mais. Não quer pedaços, não quer metades... quer TUDO, quer por inteiro! Reclamo, questiono por saber que a sua razão vidente é a sua escolhida. Não a razão cega, a razão "do coração". [Confusões e mais confusões].
Se me magoa? Sim. Mas nem por isso deixo de lutar por um caminho oposto, o que eu REALMENTE quero! O que me faz bem! Tenho tudo em minhas mãos. Vocês podem até achar que tem tudo, mas no fundo, tem a solidão e a dor. Estão sozinhos!
Eu choro, me machuco, corto, me desespero, mas porque o meu coração não se satisfaz. Nunca! E a realidade incomoda, mas não me derruba. A maldade me atrai, mas não me condena. O pouco que tenho, o meu coração valoriza, mas mesmo assim, ainda tem sede! Estou viva, estou potente. Se tenho tempo, não sei... Mas a cada dia a menos que tenho para viver nesse mundo, desejo e inspiro sempre que meu coração esteja cheio de amor. Aprendendo sempre com esse danado. Sigo e respeito, a minha razão cega. O meu coração!


"Sigo o caminho oposto, contra todo o mal que é imposto."

quinta-feira, 10 de junho de 2010

ALL YOU NEED IS LOVE.

Sobre o dia dos namorados e outras futilidades que essa data acompanha.
Vou logo deixar claro que esse negócio de dia dos namorados é totalmente novo pra mim. Eu nunca estive com alguém sério nessa época, ou também em outras épocas hahaha.
Assumo ser uma pessoa incontrolavelmente carente e romântica na maior parte do tempo. Daquelas que quando vê filme, lê historias de amor, vê beijos apaixonados... chora e chora muito! Típica mulher! hahaha Vou fazer outra confissão: Na maior parte do tempo também sou brega. Daquelas que escuta qualquer tipo de música de amor e já pensa na pessoa, já idealizada mil e uma fantasias de amor, coisinhas e tal. Coisa típica na maioria das mulheres também hahaha. Concluindo sempre fui uma romântica. Do tipo que acredita em amor eterno e nhe nhe nhe.
Como vai ser o meu primeiro 'dia dos namorados' namorando, fiquei inspirada em falar sobre a minha frustração no passado por não ter ninguém. Sobre como isso mudou, e agora, acompanhada, não vejo mais tanta importância nisso.
Todo mundo sabe que estar apaixonado/amando é uma das melhores coisas da vida. Todo mundo sabe também, o quanto é frustrante procurar amor e não achá-lo de maneira alguma. Eu, como uma típica mulher romântica (enrustida, diga-se de passagem), esperava ansiosamente passar um dia dos namorados com o maior romantismo que seria possível para apenas um dia. Flores, restaurante, chocolates, presentes, quem sabe motel e essas besteiras básicas de uma pessoa com a cabeça vazia e cheia de imaginação. Mas agora que chego o tão sonhado 'Dia dos namorados, namorando', simplesmente não to tão ansiosa ou esperando tantas coisas. Eu realmente tive que desencalhar para perceber que não é preciso um dia especifico para namorar, ser romântico, ou qualquer coisa do tipo.
Há uns anos atrás, me lembro bem o DRAMA que eu fazia nessa data. Marcava rolos, encontros com qualquer um que aparecesse, saia pra balada, ia para casa de amigas solteiras, bebia e etc. E, para variar, chorava muiiito por ser uma pessoa tão 'sozinha'. Meu JAH, como eu era boba! Tipo, tentava ao máximo não pensar que eu estava lá SOLTEIRA, sem nunca ter namorado alguém, mas era inévitavel. Sempre ficava na bad do coração vazio uahuahuhaa. Se bem que muitas vezes essa bad bateu em mim e não era dia dos namorados. HAUHAUAHUA
Namorar me trouxe muitas coisas novas e uma delas é entender que datas são importantes, ok. PORÉM... não precisamos delas para ser breguinhas, ou passar junto da pessoa que você gosta.
Sempre fui um pessoa apegada a datas comemorativas (o porque, não acho necessário contar), mas agora com o tempo passando, acho que estou me desapegando. Ainda acho aniversário importante e devo dizer que quem esquecer, me esqueça para sempre! HAUHAUHAUHAUHA brinks! Sei lá... acho que entendi que não precisamos de certas datas, para lembrar a pessoa que gostamos dela. Seja aniversário, ou natal, etc... Acho que quando a gente gosta temos que demonstrar. SEMPRE!
Vamos aderir a breguisse!! HUAHAUHAHA. AAAAh meu, mas vai dizer, você ai mano... Quando está apaixonado, não gosta que a pessoa amada faça alguma declaração, mesmo que simples para você? Aposto meu rim que vocês também gostam (homens)... UHAUHUAHAU. Afinal não tem nada melhor nesse mundo do que amar e ser amado. Mas cada um cada um né? Tem gente que é mais fria e tal... Insegura SEI LÁ! Mas o bom mesmo é se sentir amado e demonstrar amor. Sejamos bregas ou não. O bom é sentir!! Para quem sabe amar concorda e até para quem não sabe, acaba concordando também. RS (acho tosco essa risada uahuhauah).
Para aqueles que ainda estão esperando o coração ser ocupado por um grande amor: Calma! Um dia você acha! E vai perceber que toda essa agonia de passar o dia dos namorados acompanhada, é só fase. Quando arranjar alguém não vai se importar muito. BOM, ESSA É MINHA OPINIÃO NÉ! Lógico que tem muitas pessoas que amam essa data, mas acredito que seja só para ganhar presentes, com toda sinceridade uahhauhaa.
Solteiros de plantão a espera de um amor, o conselho de uma pessoa que já sofreu muito no dia dos namorados: Vão pra balada, sei lá... Peguem um peguete, saiam com as amigos (as), se divirtam para não ficar entupido (a) dentro de casa pensando O PORQUE você está sozinho (a) na night. Não tem nada de errado com você (ou até tenha UHAUHAUHA), só não apareceu aquelaaaaa pessoa sabe? Que faz seu coração bater mais forte! Não se preocupem demais com isso... Sério! Se entreguem a delícia de estar apaixonado. Se tá difícil, não se preocupe... Não é só com você. :P
Enfim, para os enamorados, apaixonados, bregas e românticos como EU... Um bom dia dos namorados. Muitos beijos, abraços, sexo, tudo que uma pessoa tem direito. Afinal o que vale como presente é isso. Esse amor... o resto é só agrado. O que importa mesmo é o AMOR =D
Por incrível que pareça, depois de quase 1 ano namorando, o meu coraçãozinho ainda bate forte quando pensa, vê, beija... uhuhuhuhuh Tem coisa melhor gente? Nãoooooooooo!!
Beijos para o meu super-mega namorado que me aguenta, que me tortura com o ciúmes (auhuauha), que gasta toda a paciência comigo... Que me faz sentir amada e muitooooooo feliz. Te amo mozão s2.

"Demorei muito pra te encontrar, agora eu quero só você"
auhauhuahuahua

quarta-feira, 26 de maio de 2010

No way?

Ultimamente ando sem criatividade ou vontade de escrever algo bom, ou até mesmo algo ruim. Simplesmente gosto de colocar todos os meus pensamentos idiotas e fantasias para fora e depois de um tempo reler. Acho legal o que pequenas coisas podem mudar na sua vida!
Mas enfim, falando de coisas que acontecem...
Fico cada vez mais conformada com a ideia de que quando você começa a ser adulto, você acaba se distanciando dos amigos. Isso é chato e triste! Vejo como exemplo os meus pais que acabaram perdendo contato com muitos amigos que tiveram, na infância ou em algum outro lugar, sei lá... Mas acho que essa situação acaba sendo meio inévitavel.
Na minha cabeça logo vem a ideia de que isso acontece mesmo... Você sai da escola, começa a faculdade, começa a namorar, arranja um trampo, não tem mais tempo pra quase nada... Dai casa, tem filhos e pronto... No friends! hahaha (meio drámatica).
A falta de tempo tende a piorar cada vez mais. Acho tão bad... tão sei lá. É muito bom ter alguém pra desabafar, fofocar. Porque a família tá ali "sempre".... OK. Namorado tá ali também, mas as vezes você sente necessidade de conversar com outras pessoas. Não só conversar né... dar role também, enfim. Irei repetir: Perder contatos com amigos é inévitavel.
Nesses últimos anos eu me distanciei muito das pessoas que eu achei que seriam as melhores amigas para sempre. Depois de um certo tempo a gente vai crescendo e percebendo que esse negocio de "para sempre" é balela. No momento, vivemos na felicidade e na fé que tudo vai dar certo... BUT, vidinha que sempre tende a acontecer situações de merda a todos, hahahahaha. Temos que aceitar que isso nada mais é que a realidade.
Todo mundo sabe que o tempo vai passando e as pessoas vão mudando. Ok, normal... Porém tem gente que acaba escolhendo outro caminho, outro estilo de vida, outros roles, outra personalidade e tals. Acredito que seja isso o fato da distância (na maioria das vezes).
O meu caso é tretas hahahahaa!! Os amigos fuderam com a minha confiança mesmo (não todos, lógico). Deixei de ser uma pessoa bobinha igual era antes (não totalmente, que fique bem claro kkk), e comecei a ver as coisas de outra maneira. Agora sacaneou comigo é no way! Não confio mais e não quero mais ter amizade. No máximo vamos ser colegas. Sei lá... acho que todo mundo erra, MAS PERA !!! Eu sou o que?! Idiota eu só tenho cara!! hahahaha
Outra situação: quando as pessoas não procuram por mim. Vou explicar melhor. Vejo relacionamentos (de qualquer tipo) como uma mão dupla. Odeio ter que correr atrás dos outros sempre e não receber nenhum retorno. Porque é muito fácil dizer que está que com saudades, inventar mil e umas desculpas para não dar nem um role, ou seja lá o que for, telefone, fax, sms, recado, pombo correio... Whatever!! É importante ter esse "retorno" dos amigos e sentir-se especial. Pois bem, eu cansei de correr atrás de certos AMIGOS que estão pouco se fudendo caso eu esteja morrendo, se to dando, se to trampando, se to bem... ahahahah. Muitos dos meus amigos de confiança viraram aqueles amigos só de role e muitos NEM isso. Ficava meio triste, mas hoje sei lá!! Estou na fase do foda-se... Quem quer e merece vai ter minha total amizade, mas quem fica de cuzisse.... Foda-se hahahaha To parecendo arrogante? Não é esse o objetivo.
Meu, nós percebemos quem dá valor, quem sente realmente saudades sabe?! É só isso que eu quero... Retorno. Amigos verdadeiros, sem falsidade e mentirinhas. Sem putaria!!!
O que me faz perder a paciência nesse FUZUÊ todo, é a necessidade de certos antigos amigos falaram de mim. "AAAH Thaiane isso, Thai aquilo" Vão a merda! Tem gente que nem tá mais falando comigo e fica fofocando várias da minha vida, sendo que nem sabe o que se passa. Hunf!
Tá na hora de aceitar a realidade amiguinhos. A vida muda, as pessoas mudam e as amizades também queridos! Por tanto, de nada vai adiantar ficarem bravinhos comigo porque digo a verdade. Perdo minha paciência total com gente mesquinha e sem carater que não aceita a verdade. Gente mentirosa!! ODEIO!
Antigamente as pessoas faziam merdas comigo e eu aguentava a maioria calada. Mas as coisas mudaram e eu não tenho mais receio de falar a verdade.
Dai chegamos a seguinte situação:
"-Porque você sumiu Thai? Porque você está estranha?
-Eu estou normal meu, to só na minha. Não tenho muito assunto com você... não me sinto mais a vontade. A gente se distanciou agora sei lá... não tenho muito o que falar.
-NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSSA SUA GROSSA, FILHA DA PUTA..." (Ilustração) ò.ó
uahuahuahuahuahuahua
É assim gente! Chego a hora de alguns cairem na real e não ficarem chorando na minha como se não percebe-se isso!!
Fico chateada quando pessoas somem da minha vida do nada e do nada (TAMBÉM) reaparecem como se nada tivesse acontecido. Eu sei que o tempo hoje em dia tá curto, mas NÃO É DESCULPA!! Tipo, me procura quando quer sabe?!
Essa situação não me deixa super triste, mas me deixa meio pensativa. Tipo, poucos amigos. Mas antes poucos que prestem, do que vários que são motherfockers uahuahuahuahua
Tempo e suas mudanças! Fico confusa até hoje de pensar em como minha vida mudou. Mas não sou uma pessoa triste, só sou insatisfeita. Ainda tenho muito tempo para procurar meu caminho e quero só os verdadeiros ao meu lado. ;D

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Ciúmes de você!!!!!!!

*De acordo com a psicóloga Avala Pines, ciúmes é "a reacção complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade". Provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas, a pessoa que sente ciúmes - sujeito activo do ciúme -, a pessoa de quem se sente ciúmes - sujeito passivo do ciúme - e a terceira ou terceiras pessoas que são o motivo dos ciúmes - pivô do ciúme.
Segundo a psicóloga clínica Mariagrazia Marini, esse sentimento apresenta carácter instintivo e natural, sendo também marcado pelo medo, real ou irreal, de se perder o amor da pessoa amada. O ciúme está relacionado com a falta de confiança no outro e/ou em si próprio e, quando é exagerado, pode tornar-se patológico e transformar-se em uma obsessão.
(...)
Nesse tipo de paranóia, a pessoa está convencida, sem motivo justo ou evidente, da infidelidade do parceiro e passa a procurar "evidências" da traição. Nas formas mais exacerbadas, o ciumento passa a exigir do outro coisas que limitam a liberdade deste.
(...)
O lado positivo: protege o amor
Nos relacionamentos onde os sentimentos de ciúme são moderados e ocasionais, ele lembra ao casal que um não deve considerar o outro como definitivamente conquistado. Pode encorajar casais a fazer com que se apreciem mutuamente e façam um esforço consciente para assegurar que o parceiro se sinta valorizado. Ciúme potencializa as emoções, fazendo o amor se sentir mais forte e o sexo mais apaixonado. Em doses pequenas e manejáveis, ciúme pode ser um estímulo positivo num relacionamento. Mas quando é intenso ou irracional, a história é bem diferente.
O lado negativo: prejudica o amor
Às vezes sentimentos de ciúme podem ficar desproporcionais. Por exemplo, quando um homem provoca uma cena embaraçosa numa festa porque a mulher aceita um convite para dançar com um velho amigo ou quando a mulher é tomada de ciúmes excessivos pelo fato de o marido ter uma mulher como chefe no trabalho. Este tipo de reação pode afetar gravemente uma relação, levando o outro parceiro a sentir-se constantemente pisando em ovos para evitar uma crise de ciúme. O parceiro ciumento, muitas vezes ciente de seu problema, oscila entre sentimentos de culpa e auto-justificação. * (Fonte: Wikipedia)

É bom ficar consciente que nem todo ciúmes é considerado uma doença, que ainda não perdi o controle e estou sã. HAHAHAHAHA Não vou precisar de tratamento... AINDA !! uahuahahau
Ciúme é tão incontrolável, tão indesejado na maioria das vezes, que meu... dá até raiva. Odeio sentir ciúmes... Afinal, quem gosta de sentir isso? É aquele sentimento maldoso e ruim que muda sua personalidade, muda seu humor, seus modos (BARRAQUEIRA MODE ON o/).
Essa sou eu (¬¬). Acho que o que acontece comigo realmente é a falta de confiança em mim mesma. As vezes, naqueles dias (as mulheres me entendem) bate uma insegurança forte. Que raiva...! Mas até que meu ego ultimamente tá bem, obrigada. O problema é o maldito ciumes mesmo!! Medo de perder, sei lá... só sei que dá raiva sentir ciúmes as vezes.
Mas eu sou moderada e como dizem, quando moderado é ótimo para o relacionamento. Acredito que no final é controle, um baita controle pra não me jogar em cima das 'bitches'. HUAUHAUHAUA (brincadeira, nem é pra tanto... ¬¬)
Pelo menos hoje em dia eu falo dos meus ciumes e asneiras... coloco para fora essa coisa. Antigamente eu guardava tudo pra mim, o que eu acredito ser bem pior, porque fica acumulando esse sentimento bad em você. Dai já viu ?! Fica só as loucuras na cabeça.
Eu sou um puro exemplo de neuras e paránoias, porém consigo me controlar e dar risada das minhas ciumeiras (um pouco DEPOIS, que fique bem claro kkk). Vou dizer que tem momentos que eu não consigo viu?! As vezes (só as vezes) nasce uma Heloisa (a ciumenta doida da novela Mulheres Apaixonadas) e crio um desejo quase assassino e lutador de ser, como um boxeador, ou lutador de artes marciais auhahuahuahauhuahau Bom... será que preciso de tratamento? kk
Minhas neuras são tão profundas que eu até sonho com as terceiras pessoas me perturbando e tirando o que é meu. É FODA!! Mas o que importa é que, chega forte e vai embora rápido (na maioria das vezes).
Agora vejamos o outro lado da moeda. Vamos combinar, que é muito bom ver a pessoa que você gosta sentir um ciuminho de você. Não sei qual é a sensação direito, mas chega perto da satisfação sabe?! Te lembra um pouquinho que você é querido também. Porque ciumes quando não excessivo, é normal sim em um relacionamento saudável. Quando o amor é reciproco! Aquela pessoa que não tem ciume, não significa necessariamente que não ame o parceiro (a). Dai sinceramente eu não sei explicar os motivos desses seres abençoados, porque ciúmes pra mim é tão natural e "de mim" que sei lá... Quem não tem eu bato palmas, porque é sim pessoa que confia em si mesmo. Ou não... ou sei lá o que auhauhaua fodasi vamos voltar a falar de mim, uma pessoa com neuras e ciumes hahahaha.
Mas bom, algumas vezes meus ciúmes nem tem uma razão concreta ou que faça sentido, conclusão... As vezes eu caio em delírio mesmo, mas acabo achando normal depois hahaha. Sorte que eu tenho um namorado super paciente que me entende. ahahhaha Mas instinto de mulher também... afiadas como "mãe de ná". hahahaha

Cd¹: Mulher realmente é um bicho complicado... Mas no fundo, no fundo... mesmo com todos os meus ciúmes e neuras básicas, meus pequenos desejos de bater, esfaquear, matar as piranhas (UHAUHAHUAHU), eu não sou tão BAD girlfriend assim. Porque se fosse com certeza já estaria sendo procurada pela policia por matar pessoas. HUAHAUHAAHAHU
Cd²: É meio ruim sentir ciumes, porém para o sujeito passivo do ciúmes, é até bom... revigorante. hehe
Ps: o amor é lindo e desperta sentimentos lindos e bons em você (?)

hahahahahahahahhaha

quarta-feira, 10 de março de 2010

Don't save me... cos I don't care!

Idiota.
Nada mais que uma idiota. Queria realmente entender o porque sempre tento me culpar por tudo que acontece. Ou então tentar ver um lado ao qual estou errada. Por que certas pessoas conseguem me atingir tanto e me deixar tão insegura e nervosa comigo mesma?
Idiota!
É o que a maioria das vezes ando sendo. Sempre pensando no que o outro vai pensar, no que o outro vai agir, no que o outro vai falar. Será mesmo que isso é importante pra mim? Será que vai me ser util para o futuro? O que eles pensam ou deixam de pensar?
As vezes me sinto apenas confusa no meio de tantos sentimentos de culpa e tantas responsabilidades as quais tenho que enfrentar. Por que eu sofro tanto com pequenas coisas? Essas pessoas conseguem me tirar totalmente do meu mundo, da minha paz. Conseguem destruir o que eu luto para manter viva e forte todos os dias. Será que é pedir demais isso? Ficar na paz? Por que tanta vezes temos que aturar coisas para apenas sobreviver... Escutar coisas que não queremos? Por que ainda há pessoas que gostam de te ver mal, de te fazer sofrer e de te magoar? Para pelo menos se sentir por "cima"??
Não há muita explicação para isso! Já notei! Já notei que é básico a reação das pessoas comigo. Quando não faço algo a que agradas, logo sou jogada numa fogueira de palavras mal usadas. Como se tudo que eu fizesse fosse merda!! O que mais me deixa puta, é que eu levo a sério. Levo e considero cada palavra dirigida a mim, pois sou uma boa idiota! Não consigo virar a cara para nenhum ser e nenhum mal que for. Sempre tento reverter as coisas ruins e tento manter o bom pensamento de tudo. As vezes falho... quase sempre, pois existem essas pessoas que não se agradam com alguma coisa que faço e descontam tudo, me humilham! Me dão rasteira. Não sabem perder, não sabem justificar e me humilham. Como se eu fosse uma menininha de 8 anos que mijou nas calça na frente dos amigos e existe esse outro "ex-amigo" que espalha para todos.
Tá, mas parou por ai!!! E as coisas que eu fiz de bom? Nada valeu? Nada contou como boa coisa? Será mesmo que eu vou ter que fazer uma lista e jogar na cara os bons feitos? Tenho certeza que não sou tão mal assim e ainda presto para alguma coisa. Agora sempre escuto as más palavras e me enfio num mundo total de tristeza. Como se minha utilidade não passasse de ilusão. De puta mágica. Por que dou ouvidos? Porque sou nada mais que idiota!!
Queria poder ter um pingo de maldade no meu coração para poder magoar essas pessoas, mas não tenho. Não consigo esquecer as coisas boas, mesmo que poucas, que fizeram por mim. E adianta agradecer? Não!
Esse nosso mundo cheio de ratos e ratos sujos nada mais quer do que destruir uns aos outros. Nada mais querem do que roubar sua boa energia e te lixar até além do limite. Xingo, me magoo... adianta? Não! A única pessoa ao qual fica magoada sou eu? Acredito que não. Meus pequenos maus feitos (como as má linguas falam) prejudicam. Machucam tanto quanto a mim! Já que tudo para nós seres humanos não passa de uma guerra.
Eu continuo sendo aquela moradora ao qual levanta sempre uma bandeira branca. Tento me defender de maneira limpa, pois depois de um tempo a gente aprende a não ficar queta... Aprende a se defenter de alguma forma. Mas mesmo assim as bombas me pegam. Fico machucada mas isso não me mata, apenas me deixa mais forte. Saibam... que nada disso, nem nenhuma pessoa com mau coração vai conseguir me derrubar por completo. Pois minha derrota máxima é até ficar de joelhos. Por isso estou cansada de brigar, pois meu joelhos já doem demais, mas os meus pés ainda são fortes para me levantar e aguentar a dor. Cansada, mas não morta.
Eu choro por reação! Isso é meu escudo. Não vejo mal nisso. Não vejo bem nisso quando é por essas pequenas batalhas infantis e desnecessárias. Apenas acho inutil gastar tão belas lagrimas com pessoas que não sabem perder, não sabem ouvir, não sabem respeitar, não sabem perdoar. Aquelas pessoas que não merecem suas lagrimas.
Eu erro, eu admito, peço perdão. Não corro atrás de mais nada. Aceite se quiser. Se não quiser foda-se! Viva sua vida com seu lindo ressentimento e seja feliz! Não aceito meus defeitos jogados em minha cara para vocês, perdedores, poderem se defender. Quer brigar? Brigue direito, não seja baixo. Quer a verdade? Sempre irei dizer. Pois não fujo do que é meu. Não fujo do que é real. Se tem medo? Todos temos, mas nem por isso sou obrigada a aguentar suas pancadas.
Eu consigo durmir. Não tenho pesadelos a muito tempo. Minha consciencia é limpa como água cristalina. Não devo, não omito. Não faço promessas que não vou cumprir. Não jogo sujo como alguns. Não apelo. Eu sei perder. Eu sei errar e admitir. Eu sei pedir perdão verdadeiramente. Se sou fracasso para vocês, talvez seja hora de eu ser um grande orgulho para mim mesma. Pois cansei, meus joelhos cansaram de lutar para agradar a todos. Agradar e ser jogada de novo aos bons e velhos buracos negros da vida.
Eu sei valorizar. Eu agradeçi... Sua reação é virar as costas? Então sinto muito mas minha vida é melhor que isso. Meu orgulho está acima disso. Me humilhar por uma coisa como essa? Eu passar todos os dias me perguntando o que estou fazendo? Não!!! Você não vale tudo isso! Eu sei me dar valor agora, apesar de levar suas palavras em consideração. Eu sei que no fundo sou MAIS do que diz. Seu julgamento chegou aos meus ouvidos, mas irão sair pelos meus retrados de desprezo. Pois no final, é isso o que um ser humano como vocês, maus perdedores merece. Desprezo!
Se queria que me sentisse culpada, conseguiu. Mas como sou uma pessoa total em metarmofose, não conseguiu mais. Agora sei que não posso controlar quem ou o que me faz mal, mas posso controlar que esse sentimento não cresça dentro de mim. E não vou permitir que isso cresça. Essa tremenda BESTEIRA!!!!!!!!
Agradeço e me despeço. Sou idiota pois ainda perco o meu tempo querendo ajudar. Querendo "valorizar".
Sempre queremos jogar na cara o que fizemos pelo outro!! É assim que acontece com aqueles que perdem!! Essa é a reação. Te humilhar e jogar tudo o que foi feito por você. Mas para mim, nada que foi feito é merecedor de ignorar meus interesses e deixar toda a minha vida por isso. Eu sou mais importante e sei o meu valor... Muitas pessoas não sabem e não acreditam.
A vida é assim. Nem sempre todos vão te reconhecer ou te abraçar com orgulho. Por tanto, prefiro ter orgulho de mim mesma. Como eu disse... Consigo durmir todos os dias, muito bem por sinal.
Aprenda, aceite sua derrota!! Não corra e não se lamente. Aceite e aprenda para não perder novamente!!! O mundo não gira por você! Nem todos no mundo vão fazer coisas as quais te agrada só porque você fez algo para elas. Nem todos vão fazer coisas as quais você espera. Pois cada um tem sua vida. Cada um vive sua vida... É a unica coisa a qual temos. Ainda é uma coisa a qual até eu ando aprendendo. Estou aprendendo!
Para mim viver não é uma guerra. Mas se for preciso que eu lute, não vou fugir. Não vou temer a perda, nem a vitoria. Viver é a unica coisa a qual posso fazer por mim mesma.
É a vida... E temos que aprender a cuidar das situações. Aceitar algumas, cuidar de outras, crescer em várias!! Aprender sempre... Não passa disso.
Um dia chegara a hora de dormir eternamente, por tanto... prefiro viver na paz. Aproveitar a unica coisa que tenho... com suor, com sofrimento, com o que for. Aguento o tranco de joelhos, não vou mais desistir.
Por mais que existam pessoas como vocês que queiram me deixar cair, não... isso não é uma guerra. Não vou entrar com você numa luta! Não vou lutar com você, mas sei me defender. Aguento com milhões de lagrimas e ferimentos, meus escudos reais. Aguento na paz. Na minha paz!!!! Na minha falsa fraqueza. Aguento e sigo feliz. DE CABEÇA ERGUIDA!!



"Until you crash

Until you burn
Until you lie
Until you learn
Until you see
Until you believe

Until you fight
Until you fall
Until the end of everything at all
Until you die
Until you're alive!

Don't save me, don't save me
Cos I don't care!
(keep it to yourself)
Don't save me, don't save me
Cos I don't care!"
(30 seconds to mars - Savior)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Apenas mais 1.

Essa minha sede insaciável de pequenos detalhes... Tão facéis e tão importantes no final do dia. Aqueles pequenos gestos que me fazem dormir melhor. A procura e sempre a espera de mais! Mas o quanto é mais? Porque tenho que depender de outros para poder ter uma noite bem dormida?
Odeio ser dependente. Odeio ter que precisar de ajuda. Odeio ter que pedir ajuda. Mas preciso... pessoas, ajuda... Não nego! Apenas não queria depender tanto assim! Algum tempo sozinha me mostrou que consigo me "virar", mas seria completamente ruim se fizesse. Afinal... Quem gosta de viver sozinho?! Eu só queria não depender!! Porque quando menos espera, isso evapora e você fica sem rumo. A procura de outro objetivo para segurar e depender.
Vícios... Nunca fui viciada em algo ruim (não que eu me lembre). Vícios me atrapalham! Pode ser bom ou ruim. Para mim vícios te limitam... te prendem! Desejo de saciar o vicio e desejo de saciar do vicio. Sempre num ciclo interminável de dependência!
Todas as coisas tem um fim, relevantes ou não. Como é de costume para todo viciado, se livrar do vicio é impotente, difícil, mas possível! Porém, na sua mente, o que mais quer é saciar ainda mais. Talvez o vicio seja perda de tempo. Mas não me iludo em querer perde-los. Meus vícios podem mudar, mas acredito que sempre terei um para depender e para saciar. Seguindo em um caminho de "prazer" e de satisfação. Mas porque tenho tanta sede?
Sede de carinho, sede de atenção, sede de afeto, sede de gentileza... Sede de amor. Um vicio belo e talvez não tão completo. Essa vontade de mais... Essa sede!!
Nada costuma ser satisfatório, nada é o bastante nesse meu vicio. Nesse apartamento fechado, com pouco ar, pouca alegria, pouco desejo... Pouca vontade de viver!
Sede de viver a vida de verdade. (Desculpas a parte, o tempo deveria ser seu amigo, não seu inimigo!) Usá-lo para o seu beneficio, seu prazer, sua satisfação... seu vicio!
Usa-lo de alguma forma durante o trabalho, durante os estudos, durantes as tarefas para fazer... Impossível? Não!! Apenas usar o vicio como estratégia de saída, de ajuda, mas não depender dele para tudo.
Viver de coisas simples. Eu vivo, entretanto ainda necessito de algo forte e mais cortante. Esse vicio de amar, de paixão... Tão bom, mas tão ruim. Tão certo, mas tão duvidoso. Tão maravilhoso, mas tão absurdo... incoerente, contraditório. Nem ligo! Assumo ser viciada no que é mais viciante no mundo! E não me sinto culpada por depender excessivamente disso. Das outras coisas me sinto sim, (pessoas, ajuda, trabalho, dinheiro, estudos) mas disso... quero sempre, sempre mais e mais. All you need is love!




*

domingo, 3 de janeiro de 2010

frou frou - let go

Aeee!! Mais um vez vou tentar seguir com um blog, espero não deixá-lo! hehe. Que dificuldade foi achar um endereço... pqp! Mas acabei optando pelo anterior do blogger da globo, já que eu não consigo mais acesso-lo com o antigo login. Enfim...
Vamonosssssss !!

Vou escrever minhas besteiras como sempre. Espero que tenha isso como um diário aberto kkkk. Duvido que vou conseguir colocar tudo pra fora... Mas o que eu colocar aqui, lê quem quer, não é verdade? Mas esse blog é mais pra mim mesma. Pode ser pensamentos do dia-dia, besteiras, saudades, tristezas... Mas tem coisa mais linda do que essa complicação toda que é o ser humano? Bem... Com alguma exceções , mas isso é outro assunto.

2010 começa e eu desejo tantas coisas, inspiro novidades e sonhos. Porém nem tudo é como a gente quer e ultimamente a minha realidade ta me pegando cruelmente. To conseguindo superar, mas as vezes me da uma tristeza, uma vontade de voltar a ser criança e esquecer. Fugir como uma covarde!! Na cara nada mais do que a vergonha de ter medo de tudo e não conseguir superar.
É o que eu penso quando me vem pensamentos de insegurança. Esse meu medo de errar, de não realizar, de não terminar algo, de perder... tudo em volta da minha cabeça gritando! Mas nada é fácil é?
Quando sinto isso me perco nos meus pensamentos e começo a agir igual uma louca querendo achar algum erro em tudo. Sempre sendo insatisfeita de coisas, de ação... Me pergunto se tem mais alguém como eu, para eu não me sentir tão maluca e culpada por ser ingrata.
Acho que todo mundo de vez em quando, faz um drama para poder chamar a atenção e ter um pouco de caridade, se assim posso dizer. Posso me considerar uma carente de atenção e não ligo por ser a pura verdade!
Desejo mudar as coisas... Mudar essa mania que tenho de ver tudo desmoronando. Esse pessimismo! Talvez demore porque o que me falta é maturidade e valorizar. Mas um dia eu chego lá! E já me sinto bem por ter um pensamento positivo, dessa vez!
Acredito que preciso estar preparada para o ruim, mas não preciso estar esperando ele a cada dia e minuto da minha vida. Sei que esse ano pra mim vai ser barra pra enfrentar, mas logo penso nas pessoas ao meu lado e vejo que tenho que passar por tudo isso para aprender. Aprender a valorizar as coisas realmente boas!! Tenho vontade e gosto de seguir... Seguir pra frente... Jamais regredir!!




Parte do filme Garden State:

Fuck, this hurts so much.
I know it hurts. But it's life, and it's real. And sometimes it fucking hurts, but it's life, and it's pretty much all we got.
_____________________________

- Porra, isso dói demais.
- Eu sei que dói. Mas isso é a vida, e é real. E às vezes dói pra caralho, mas é a vida, e isso é tudo o que nós temos.
Começando...