segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Foi difícil acordar...

e tirar a mente da estagnação."

E tá sendo difícil acordar até agora. É difícil viver numa vida estagna e acordar para uma realidade completamente diferente. Mas a culpa disso tudo, de novo, é unicamente minha. É tão mais fácil acreditar que as coisas podem mudar, que o destino vai trazer, que Deus vai acalmar. Mas e você?! Fica parado? Eu infelizmente tenho esse pensamento PARADO, pensando infantil ao qual atinge a maioria. E agora nem acredito tanto assim em força maior, destino... ou qualquer coisa que seja.

Como já falei, o meu lado emocional supera demais o lado racional. E vamos combinar, que em um mundo onde tudo é levado a fogo, eu fico em desvantagem. Esperar as coisas mudarem, não vai me ajudar em nada, na verdade só ME prejudica. Ficar sempre estagnada e acomodada!! Eu simplesmente me dei conta, afinal, de que a atitude deve ser mudada em mim mesma. Acredito que já tinha consciência disso, contudo não admitia. Ou sei lá, talvez seja mais fácil procrastinar e reclamar do que simplesmente tomar o primeiro ato de mudança.

Hoje durante o banho (vale informar que a maioria dos meus textos são criados ali HAHAHHAA), eu pensei em como eu sou vitima de mim mesma. Vitima dessa necessidade de drama, de reclamação, de acomodação. Percebi que o grande problema é esse! Eu me acomodei com a minha situação. Realmente não foi fácil aguentar alguns sofrimentos, mas tem hora que basta ficar se lamentando. Deve ter uma atitude vinda de você! E eu, sinceramente, sempre soube disso. Mas a minha mente anda pressa num mar de mentiras, de ilusão e que só agora, devido há alguns acontecimentos ruins/bons, algumas pessoas que entraram/saíram da minha vida, que estou aprendendo a enxergar sozinha. Sem manipulações, sem verdades absolutas.

O meu maior erro e que hoje, apenas hoje foi que me dei conta, de que sempre usei as minhas verdades como absolutas (e adquiri essas verdades a maioria pelo meu pai). Nada era mais importante ou mais real do que o que achava ser certo para o momento. Entendia dentro de mim que as outras realidades não serviam e não cabiam a minha realidade. Ou seja, vivi e talvez ainda vivo num mundo de ilusão. Afinal, até agora não notei nenhuma verdade ao qual tanto acreditava ser realmente verdadeira. Não digo que sonhar é perda de tempo, mas é hora de agir com as próprias mãos. De acreditar nas minhas proprias verdades e metas! (As pessoas tem a doce ilusão de que sempre estão certas de tudo!)

Eu fico PUTA da vida comigo mesma por as vezes depender de algo ou alguém para agir. Talvez seja medo, insegurança, mas já chega de sentir isso! Talvez eu tenha problemas... hahaha
A partir de hoy, vou tomar novas atitudes na minha vida. Uma atitude mais verdadeira com a realidade ao qual eu vivo. Aceitar mais, reclamar menos, agir mais, ser feliz mais.

Acho que nunca é tarde para recomeçar, contudo é foda você se prometer algo, e de novo procastinar e sempre viver lamentando seu estado. Mas hoje CHEGA, e vou deixar isso registrado para lembrar a mim mesma que preciso tomar a atitude de mudança da minha vida! Não carregar as coisas que são necessárias mudar como um regime, que por uma grande parte da mulheres não é levada adiante hehehe. Quero realmente mudar a minha vida! Acreditar em mim mesma. Viver a realidade da maneira que ela é! Sonhar é bom sim, mas não vale sonhar enquanto minha vida pode estar sendo desperdiçada por estar acomodada e sendentária aguardando atitudes alheias. CANSEI!

Cansei da minha atitude com relação as pessoas. Acreditar em quem não devo, dar uma chance a quem não merece.
Cansei da minha atitude com relação ao trabalho. Não levar a sério e agir como uma criança mimada.
Cansei da minha atitude em relação a mim mesma. Lamentações, reclamações, dramas... agora é hora de tudo isso ACABAR.

Afinal, recebi uma nova chance da pessoa que realmente importa, e estou recebendo uma nova chance de mim mesma.
Esperar pessoas, Deus, o destino... é muito incerto e muito dramático pra mim. Talvez, esse realmente seja o grande erro... Agora é esperar sempre a THAIANE. Sem magoar as pessoas ao qual me importo, sem se lamentar demais, sem tampar os próprios olhos para a REAL.

Assumir meus erros, assumir minha vitória!
Ando errando mais do que acertando hahahahhaaha e ainda sei que vou errar muito. Contudo, que erre com coisas novas! Chega de ignorancia e estagnação!

"Foi difícil acordar e tirar a mente da estagnação.
Perplexidade, medo, apatia e falta de ação.
Sonhei com uma estrada que levava ao nada,
e havia uma placa que dizia pra enfrentar os erros ( pessoas) como ele(a)s são.
Pedir por justiça, se fazer entender.
Pois a vaidade e a arrogância dos que tem (poder) passa a ser combustível pra lutar.
Peço paz!! Isso não é demais!!
Por um minuto, eternamente e nada mais.
Era tão sinuosa que quase desisti.
Mas em cada curva encontrava em que acreditar.
Uma simples palavra me fez cair.
Mas a escuridão me fez cegamente caminhar e continuar tentando.
Peço paz!! Lutar por paz!!
Por um minuto e eternamente e nada mais.
Se tanto faz, te peço paz.
Paz.

Paz"

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

lost in translation

Agora? O meu coração dói.
É engraçado como em momentos como esse, você se questiona sobre sua vida. Amizades, família, emprego, amor próprio. Sempre aprendi que para alguém te amar, você precisa amar primeiro a si próprio. Talvez com os anos eu perdi esse amor. Perdi a confiança no meu potencial, na minha capacidade e me sinto perdida. E a culpa é exclusivamente minha, por não ter controle, não aprender a dar realmente valor as pessoas e até a mim mesma.

O meu coração se sente apertado. Nunca senti tanta angustia, tanto medo, tanto arrependimento. Queria ter paciência, queria que o tempo passasse voando para passar essa dor interminável. Queria ter calma! Mas sempre agi pela pressa, pelo desespero, pela ansiedade. Nunca dei tempo a nada. Nem a mim mesma! Talvez seja bom, talvez eu me redescubra nessa dor toda. Talvez eu me perca mais. Quem sabe? E pq não deixar o tempo responder?

Nunca me dei bem com incertezas. Com o incerto. Ao saber que planos davam errado eu logo me lançava em mar de perda. Ficava a beira do abismo, fascinando a morte por mais dolorosa que fosse. E que coisa mais fraca é a de valorizar a morte ?

Por vários momentos, a dor não te faz perder e sim achar. Mas porque entender tudo isso?? Por que, sendo que a solução poderia ser mais rápida?
Como disse, eu não tenho paciência. E talvez esse momento me ensine a ter.

Sei lá. No momento queria que tudo fosse um pesadelo. E eu acordasse bem e feliz do lado dele sorrindo, como se tudo isso já tivesse passado, e agora vai ser só mais uma lembrança pra dar risada. Meu coração queima, na esperança e na incerteza do que vai ser agora. Se vai mudar, se vai voltar, se vou embora. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! (Vontade de gritar, de sumir!)

Porque é horrível sentir isso. Mas eu entendo... e vou esperar. Vou ter paciência comigo mesma! Pq eu também preciso mudar, preciso me amar. Não ficar pendurada na vida de ninguém. Sentir viva por mim. Não é legal viver pelos outros, sufocar os outros na sua incapacidade.

Perder me faz ver o quanto sou fraca. O quanto preciso crescer! Quando mais aguardo uma resposta, o que as pessoas falam pra mim é, espera! Que tudo vai se resolver. MAS NÃO AGUENTO ESPERAR! huahauhaha

Mas existe o bom disso tudo, que mesmo que eu queira odiar esse momento, essa perda, na minha cabeça só ficam os bons momentos, as boas coisas. E de como uma pessoa pode despertar o sentimento de mudança em mim. Pq acho que nós mudamos sozinhos, mudamos por nós mesmo. Mas ele serviu para me acordar...!

Vou esperar, dia após dia... a dor passar, e sei o que me faz ficar aqui.

Eu te amo! Por mais que talvez nunca leia isso, eu amo você.
E vou amar independente da raiva que posso passar, dos maus momentos... Eu sempre vou amar você!