segunda-feira, 14 de outubro de 2013

"São tempos difíceis para os sonhadores."

Sonhar faz parte de um processo de luta constante. Infelizmente o outro lado as vezes ganha. O lado que desmorona toda a sua capacidade de manter-se. Mante-ser sonhador e capaz. Aquela coisa de acordar diariamente pensando nas coisas boas, no futuro bom e nas boas ações, por exemplo. Aquela coisa de acreditar!
Talvez esta minha história de muro seja só uma coisa fantasiosa da minha mente. Porque tudo ao meu redor me afeta... E muito! Já passei por algumas coisas, que antes me afetavam mais, agora me afetam menos ou não afetam nada. Contudo, parece que a vida dá um jeito de arranjar outra maneira de me cutucar. Essa tal "capacidade".
O cansaço, o jeito que levamos a vida, as coisas erradas que acontecem. E quanto mais lemos, mais aprendemos, mais vivemos... parece que tudo deixa de parecer luminoso... parece que deixamos de ser humanos. De ser emocionais.
Tudo começa a ser real demais. Dolorido até! Mas aquele dolorido que você acaba se acostumando. A realidade é uma bebida amarga, que todos os dias nos desce um pouco mais. Aquele copo de cerveja que quando você é mais novo te deixa bêbado, e depois seu corpo acaba se acostumando também.
Talvez seja só mais um drama. Ahhhh....
Mas pensar em não ser sonhadora me assusta. A realidade me convida, para uma dança... uma dança interminável. Perder a ingenuidade é triste. E realmente, a ignorância é uma dádiva!
Porém, eu sempre tive as dúvidas... Muitas perguntas. Nunca me permiti estar errada ou falar sem propriedade. E se fiz, me arrependi profundamente, como uso da burrice que jamais quis utilizar.
Aprender e descobrir que é...  tudo isso aqui é difícil. E às vezes me desanima.
E ah... essa semana eu estou desanimada!

Sem comentários:

Enviar um comentário