quarta-feira, 10 de março de 2010

Don't save me... cos I don't care!

Idiota.
Nada mais que uma idiota. Queria realmente entender o porque sempre tento me culpar por tudo que acontece. Ou então tentar ver um lado ao qual estou errada. Por que certas pessoas conseguem me atingir tanto e me deixar tão insegura e nervosa comigo mesma?
Idiota!
É o que a maioria das vezes ando sendo. Sempre pensando no que o outro vai pensar, no que o outro vai agir, no que o outro vai falar. Será mesmo que isso é importante pra mim? Será que vai me ser util para o futuro? O que eles pensam ou deixam de pensar?
As vezes me sinto apenas confusa no meio de tantos sentimentos de culpa e tantas responsabilidades as quais tenho que enfrentar. Por que eu sofro tanto com pequenas coisas? Essas pessoas conseguem me tirar totalmente do meu mundo, da minha paz. Conseguem destruir o que eu luto para manter viva e forte todos os dias. Será que é pedir demais isso? Ficar na paz? Por que tanta vezes temos que aturar coisas para apenas sobreviver... Escutar coisas que não queremos? Por que ainda há pessoas que gostam de te ver mal, de te fazer sofrer e de te magoar? Para pelo menos se sentir por "cima"??
Não há muita explicação para isso! Já notei! Já notei que é básico a reação das pessoas comigo. Quando não faço algo a que agradas, logo sou jogada numa fogueira de palavras mal usadas. Como se tudo que eu fizesse fosse merda!! O que mais me deixa puta, é que eu levo a sério. Levo e considero cada palavra dirigida a mim, pois sou uma boa idiota! Não consigo virar a cara para nenhum ser e nenhum mal que for. Sempre tento reverter as coisas ruins e tento manter o bom pensamento de tudo. As vezes falho... quase sempre, pois existem essas pessoas que não se agradam com alguma coisa que faço e descontam tudo, me humilham! Me dão rasteira. Não sabem perder, não sabem justificar e me humilham. Como se eu fosse uma menininha de 8 anos que mijou nas calça na frente dos amigos e existe esse outro "ex-amigo" que espalha para todos.
Tá, mas parou por ai!!! E as coisas que eu fiz de bom? Nada valeu? Nada contou como boa coisa? Será mesmo que eu vou ter que fazer uma lista e jogar na cara os bons feitos? Tenho certeza que não sou tão mal assim e ainda presto para alguma coisa. Agora sempre escuto as más palavras e me enfio num mundo total de tristeza. Como se minha utilidade não passasse de ilusão. De puta mágica. Por que dou ouvidos? Porque sou nada mais que idiota!!
Queria poder ter um pingo de maldade no meu coração para poder magoar essas pessoas, mas não tenho. Não consigo esquecer as coisas boas, mesmo que poucas, que fizeram por mim. E adianta agradecer? Não!
Esse nosso mundo cheio de ratos e ratos sujos nada mais quer do que destruir uns aos outros. Nada mais querem do que roubar sua boa energia e te lixar até além do limite. Xingo, me magoo... adianta? Não! A única pessoa ao qual fica magoada sou eu? Acredito que não. Meus pequenos maus feitos (como as má linguas falam) prejudicam. Machucam tanto quanto a mim! Já que tudo para nós seres humanos não passa de uma guerra.
Eu continuo sendo aquela moradora ao qual levanta sempre uma bandeira branca. Tento me defender de maneira limpa, pois depois de um tempo a gente aprende a não ficar queta... Aprende a se defenter de alguma forma. Mas mesmo assim as bombas me pegam. Fico machucada mas isso não me mata, apenas me deixa mais forte. Saibam... que nada disso, nem nenhuma pessoa com mau coração vai conseguir me derrubar por completo. Pois minha derrota máxima é até ficar de joelhos. Por isso estou cansada de brigar, pois meu joelhos já doem demais, mas os meus pés ainda são fortes para me levantar e aguentar a dor. Cansada, mas não morta.
Eu choro por reação! Isso é meu escudo. Não vejo mal nisso. Não vejo bem nisso quando é por essas pequenas batalhas infantis e desnecessárias. Apenas acho inutil gastar tão belas lagrimas com pessoas que não sabem perder, não sabem ouvir, não sabem respeitar, não sabem perdoar. Aquelas pessoas que não merecem suas lagrimas.
Eu erro, eu admito, peço perdão. Não corro atrás de mais nada. Aceite se quiser. Se não quiser foda-se! Viva sua vida com seu lindo ressentimento e seja feliz! Não aceito meus defeitos jogados em minha cara para vocês, perdedores, poderem se defender. Quer brigar? Brigue direito, não seja baixo. Quer a verdade? Sempre irei dizer. Pois não fujo do que é meu. Não fujo do que é real. Se tem medo? Todos temos, mas nem por isso sou obrigada a aguentar suas pancadas.
Eu consigo durmir. Não tenho pesadelos a muito tempo. Minha consciencia é limpa como água cristalina. Não devo, não omito. Não faço promessas que não vou cumprir. Não jogo sujo como alguns. Não apelo. Eu sei perder. Eu sei errar e admitir. Eu sei pedir perdão verdadeiramente. Se sou fracasso para vocês, talvez seja hora de eu ser um grande orgulho para mim mesma. Pois cansei, meus joelhos cansaram de lutar para agradar a todos. Agradar e ser jogada de novo aos bons e velhos buracos negros da vida.
Eu sei valorizar. Eu agradeçi... Sua reação é virar as costas? Então sinto muito mas minha vida é melhor que isso. Meu orgulho está acima disso. Me humilhar por uma coisa como essa? Eu passar todos os dias me perguntando o que estou fazendo? Não!!! Você não vale tudo isso! Eu sei me dar valor agora, apesar de levar suas palavras em consideração. Eu sei que no fundo sou MAIS do que diz. Seu julgamento chegou aos meus ouvidos, mas irão sair pelos meus retrados de desprezo. Pois no final, é isso o que um ser humano como vocês, maus perdedores merece. Desprezo!
Se queria que me sentisse culpada, conseguiu. Mas como sou uma pessoa total em metarmofose, não conseguiu mais. Agora sei que não posso controlar quem ou o que me faz mal, mas posso controlar que esse sentimento não cresça dentro de mim. E não vou permitir que isso cresça. Essa tremenda BESTEIRA!!!!!!!!
Agradeço e me despeço. Sou idiota pois ainda perco o meu tempo querendo ajudar. Querendo "valorizar".
Sempre queremos jogar na cara o que fizemos pelo outro!! É assim que acontece com aqueles que perdem!! Essa é a reação. Te humilhar e jogar tudo o que foi feito por você. Mas para mim, nada que foi feito é merecedor de ignorar meus interesses e deixar toda a minha vida por isso. Eu sou mais importante e sei o meu valor... Muitas pessoas não sabem e não acreditam.
A vida é assim. Nem sempre todos vão te reconhecer ou te abraçar com orgulho. Por tanto, prefiro ter orgulho de mim mesma. Como eu disse... Consigo durmir todos os dias, muito bem por sinal.
Aprenda, aceite sua derrota!! Não corra e não se lamente. Aceite e aprenda para não perder novamente!!! O mundo não gira por você! Nem todos no mundo vão fazer coisas as quais te agrada só porque você fez algo para elas. Nem todos vão fazer coisas as quais você espera. Pois cada um tem sua vida. Cada um vive sua vida... É a unica coisa a qual temos. Ainda é uma coisa a qual até eu ando aprendendo. Estou aprendendo!
Para mim viver não é uma guerra. Mas se for preciso que eu lute, não vou fugir. Não vou temer a perda, nem a vitoria. Viver é a unica coisa a qual posso fazer por mim mesma.
É a vida... E temos que aprender a cuidar das situações. Aceitar algumas, cuidar de outras, crescer em várias!! Aprender sempre... Não passa disso.
Um dia chegara a hora de dormir eternamente, por tanto... prefiro viver na paz. Aproveitar a unica coisa que tenho... com suor, com sofrimento, com o que for. Aguento o tranco de joelhos, não vou mais desistir.
Por mais que existam pessoas como vocês que queiram me deixar cair, não... isso não é uma guerra. Não vou entrar com você numa luta! Não vou lutar com você, mas sei me defender. Aguento com milhões de lagrimas e ferimentos, meus escudos reais. Aguento na paz. Na minha paz!!!! Na minha falsa fraqueza. Aguento e sigo feliz. DE CABEÇA ERGUIDA!!



"Until you crash

Until you burn
Until you lie
Until you learn
Until you see
Until you believe

Until you fight
Until you fall
Until the end of everything at all
Until you die
Until you're alive!

Don't save me, don't save me
Cos I don't care!
(keep it to yourself)
Don't save me, don't save me
Cos I don't care!"
(30 seconds to mars - Savior)